Mulheres da Bíblia mulheres

Published on março 5th, 2013 | by admin

0

Agar, a escrava egípcia

Valdenira Nunes de Menezes Silva

17… Que tens, Agar? Não temas, porque Deus ouviu a voz do menino desde o lugar onde está.
18 Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pela mão, porque dele farei uma grande nação.” (Gênesis 21:17-18)

Lendo Gênesis 16, nos deparamos com Agar, a escrava egípcia de Sara.
De que maneira ela começou a fazer parte desta família?

A Bíblia nos fala de um período em que Abraão e sua esposa tiveram que ir para o Egito por causa da fome que assolava Canaã. Chegando lá e com medo de morrer porque ele sabia que faraó iria se encantar com a beleza de Sara, decidiu, juntamente com ela, dizer que eles eram irmãos. Faraó, na verdade, se encantou com Sara e creu nesta mentira armada pelos dois. Agora, ela fazia parte do harém de faraó e este, por sua vez, deu a Abraão presentes. Certamente, Agar, a escrava egípcia, foi um destes presentes que ele recebeu.
Receber uma escrava de presente é algo muito bom. Ele jamais poderia imaginar que ela iria se transformar em um dos maiores problemas que ele e sua esposa iriam enfrentar.
Quando procuramos mudar o rumo dos acontecimentos com as nossas próprias forças – e não com a de Deus – problemas surgem, dores de cabeça aparecem e ficamos perdidos e fora da perfeita vontade do Senhor.
Quando faraó descobriu que Sara era, na verdade, esposa de Abraão, ele a mandou, juntamente com Seu marido, sair do Egito. Eles saíram e levaram com eles todos os presentes que faraó havia dado a Abraão. Agar, que era um destes presentes, foi junto com eles.

Sara nunca havia dado a Abraão um filho. Ela era estéril mas Deus havia prometido que ela iria ter um filho com ele. Mas o problema é que “Deus estava demorando muito… e ela já era idosa… e talvez Ele tivesse esquecido da sua promessa… era melhor ela dar uma mãozinha a Ele…” Foi a partir daí que começaram, na vida de Sara e Abraão, problemas tanto físicos como espirituais, pois em vez dela confiar na promessa feita a eles pelo Senhor, ela preferiu agir por conta própria. Mas vamos ver o que ela disse em Gênesis 16:2:
“… Eis que o Senhor me tem impedido de dar à luz; toma, pois, a minha serva; porventura terei filhos dela. E ouviu Abrão a voz de Sarai.”

Por causa desta decisão de Sara, ela abriu as portas para a inimizade que existe, até hoje, entre judeus e árabes.
Agar, na posição de serva, teve que aceitar a decisão da sua patroa. Para ela não foi fácil mas era assim que tinha que ser feito.
Ela dormiu com Abraão e engravidou. Já grávida, ela desprezou Sara. Mas sua senhora a afligiu tanto, tornou sua vida tão difícil que ela decidiu fugir para o deserto. Lá, encontrando-se ela junto a uma fonte de água, apareceu um anjo que lhe disse:
“8… Agar, serva de Sarai, donde vens, e para onde vais? E ela disse: Venho fugida da face de Sarai minha senhora.
9 Então lhe disse o anjo do Senhor: Torna-te para tua senhora, e humilha-te debaixo de suas mãos.” (Gênesis 16:8-9)

Além do anjo dizer que ela deveria voltar e se humilhar, disse-lhe mais:
“10 … Multiplicarei sobremaneira a tua descendência, que não será contada, por numerosa que será.
11 Disse-lhe também o anjo do Senhor: Eis que concebeste, e darás à luz um filho, e chamarás o seu nome Ismael; porquanto ouviu a tua aflição.
12 E ele será homem feroz, e a sua mão será contra todos, e a mão de todos contra ele; e habitará diante da face de todos os seus irmãos.” (Gênesis 16:10-12)
Esta foi a promessa que o Senhor lhe fez. E ela voltou para a sua senhora assim como o anjo lhe ordenara.

Irmã, nós também passamos por momentos de desespero em nossas vidas mas o Deus que cuidou de Agar é o mesmo Deus que cuida de nós, pois sabemos que:

1. Ele está sempre conosco.
Ele está sempre nos animando, nos guiando e colocando em nosso coração a certeza da Sua presença.
Mateus 28:20 nos diz:
“… e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos.”

Ao ler este versículo só tenho vontade de dizer: “Senhor, eu sei que Tu estás sempre comigo porque Tu és o meu pastor e nada me faltará.”

2. Ele dá descanso à nossa alma.
Sim, só o Senhor é que poderá dar descanso e alívio à minha alma. Em Mateus 11:28 Ele nos prometeu alívio dizendo:
“Vinde a mim,todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei.”
E o melhor de tudo é que Ele “… limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; …” (Apocalipse 2:4)
Existe promessa que dê mais alívio, refrigério e prazer à nossa alma?

Em Gênesis 16:15, a Bíblia nos diz:
“E Agar deu à luz um filho a Abrão; E Abrão chamou o nome do seu filho que Agar tivera, Ismael.”

Mas em Gênesis 21:2-3 ela também nos diz:
“E concebeu Sara, e deu a Abraão um filho na sua velhice, ao tempo determinado, que Deus lhe tinha falado. E Abraão pôs no filho que lhe nascera, que Sara lhe dera, o nome de Isaque.”

Sara era a patroa e Agar a escrava. Como escrava, ela não tinha direitos. Ela, literalmente falando, estava sozinha e não tinha ninguém que ficasse do seu lado aconselhando-a, defendendo-a … Mas ela tinha Deus que olhava e cuidava dela.

Hoje em dia, muitas de nós nos sentimos assim … sozinhas, desamparadas, sem direito a nada … mas se somos filhas de Deus (João 1:12), Ele, com certeza, está cuidando de nós como filhas amadas e vendo, lá na frente, a realização do que Ele tem preparado para nós. Só temos que estar atentas, em sintonia completa com o Senhor que nos manda sair da prostração em que nos encontramos e levantar a cabeça prosseguindo sempre para a frente.
Quando Deus nos diz: “Não temas, porque eu sou contigo; não te assombres, porque eu sou teu Deus; eu te fortaleço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça” (Isaías 41:10), sentimos, então, uma grande segurança e nos fortalecemos, pois é em Seus braços que repousamos.

Li uma declaração de Donna Rice onde ela dizia: “Depois daquele grave acontecimento, quando eu orava dizendo ‘Deus, queria que estivesse aqui para conversar comigo, envolver-me em seus braços e enxugar minhas lágrimas’, passei a sentir que Ele estava fazendo tudo isso por intermédio dos cristãos que me cercavam. Foi aí que comecei a entender que a igreja não é um prédio; é o corpo de Cristo. Em meio à minha dor, Deus deu-me amigos cristãos que me ensinaram sobre o amor e o perdão.”

Nasceu Isaque, filho de Abraão e Sara, o filho da promessa.
A partir deste dia, surgiu da parte de Ismael um ciúme tal que ele zombava e, por isso, Deus disse a Abraão que ouvisse o que sua esposa lhe dizia:
“… Ponha fora esta serva e o seu filho …” (Gênesis 21:10)

Mas Deus,para acalmar o coração de Abraão, disse:
“… Não te pareça mal aos teus olhos acerca do moço e acerca da tua serva; em tudo o que Sara te diz, ouve a sua voz; porque em Isaque será chamada a tua descendência. Mas também do filho desta serva farei uma nação, porquanto é tua descendência.” (Gênesis 21:12-13)

Abraão creu na promessa de Deus e fez exatamente como o Senhor lhe disse:
“Então se levantou Abraão pela manhã de madrugada, e tomou pão e um odre de água e os deu a Agar, pondo-os sobre o seu ombro; também lhe deu o menino e despediu-a; e ela partiu andando errante no deserto de Berseba.” (Gênesis 21:14)

Que situação triste! Que momentos angustiantes!
Quantas de nós já passaram “pelo vale da sombra e da morte” pensando que era impossível continuar vivendo?
Quantas de nós já pensaram que não havia mais esperança, nem possibilidade de agüentar tamanho sofrimento?

Agar e seu filho Ismael sentiram-se assim … desprezados, desamparados, fracassados,com a fé abalada. Provavelmente, sentiram que o fim havia chegado. Mas o mesmo Deus que mandou Abraão dizer a Agar para ela sair de sua casa com seu filho Ismael, socorreu-a dando-lhe a tranqüilidade necessária. O nosso Deus, o Jeová-jire que provê também todas as nossas necessidades, ajudou Agar e seu filho Ismael nestes momentos de desespero.

Mas o que, realmente, Deus fez por eles?

1. Ele lhe deu ânimo.
A Bíblia nos mostra o desespero de Agar quando nos apresenta em Gênesis 21:16 as suas palavras:
“… Que eu não veja morrer o menino. E assentou-se em frente, e levantou a sua voz, e chorou.”

Mas a Bíblia também nos mostra Deus animando-a e dizendo:
“Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pela mão, porque dele farei uma grande nação.” (Gênesis 21:18) – Deus a anima prometendo uma bênção futura.

Mas Deus também a animou, mostrando-lhe um poço de água. Lemos em Gênesis 21:19:
“E abriu-lhe Deus os olhos, e viu um poço de água; e foi encher o odre de água, e deu de beber ao menino.” – Deus a anima dando-lhe uma bênção presente.

E você, minha irmã, está também precisando da ajuda de Deus para animá-la?
Eu e você que já conhecemos a história de Agar e conhecemos também a fidelidade de Deus, temos que, pela fé, crer que o Senhor vê nossas aflições e está sempre pronto para nos confortar e animar.

2. Ele a orientou.
Sim, o Senhor a orientou. Ele lhe disse quais passos ela deveria dar para não morrer, nem morrer seu filho Ismael. Ele disse: “Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pela mão…” (Gênesis 21:18)

Assim como Ele fez com Agar, o Senhor nos orienta através da Sua Palavra, mostrando-nos que passos devemos dar para sairmos de situações que, muitas vezes, a nosso olhos, são impossíveis de serem resolvidas. Leiamos a Bíblia e lá encontraremos a preciosa sabedoria de Deus para nossas vidas.

3. Ele lhe fez uma promessa.
Deus separou Agar e seu filho Ismael de Abraão mas em momento nenhum os abandonou.
Ele prometeu fazer de Ismael uma nação. Vejamos:
“Ergue-te, levanta o menino e pega-lhe pela mão, porque dele farei uma grande nação.” (Gênesis 21:18)

E o que Deus nos promete na Sua Palavra?
As Suas promessas são inúmeras …:

“Em paz também me deitarei e dormirei, porque só Tu, Senhor, me fazes habitar em segurança.” (Salmo 4:8)

“Isto é a minha consolação na minha aflição, porque a tua palavra me vivificou.” (Salmo 119:50)

“Andando eu no meio da angústia, tu me reviverás; estenderás a tua mão contra a ira dos meus inimigos, e a tua destra me salvará.” (Salmo 138:7)

Confiando nEle e nas Suas promessas posso dizer confiantemente:
“O Senhor é o meu pastor; nada me faltará.” (Salmo 23)

Certamente, Agar louvou a Deus pela Sua benignidade, pelo Seu amor, por Sua lealdade e pelas bênçãos que Ele derramou em sua vida e na vida do seu filho Ismael.

Obrigada, Senhor, pelo amor e proteção que Tu me dás a cada dia.
Obrigada porque sei que Tu vês o meu sofrimento, como viu o de Agar.
Obrigada porque sempre tiras do meu coração o medo do futuro.
Obrigada pela certeza que colocas dentro da minha alma de que estás bem junto a mim, me protegendo e cuidando de mim com um cuidado todo especial de um Pai amoroso.
Obrigada, Pai porque sei que mesmo passando por aflições neste mundo tenho a certeza de uma vida plena de gozo na mansão celestial que estás preparando para mim.

Deus te abençoe!!


About the Author


Deixe seu comentário

Back to Top ↑
  • Digite seu endereço de email para receber notificações de novas publicações por email.

  • Mulheres que Amam

  • Testemunhos

  • Escolha de Temas

  • Variedades