A Disciplina livra a criança da morte

Disciplina sempre visa o bem estar do filho. Não visa punição, mas criação.
Transcrito

Pv.23:13 diz que a disciplina como a vara não matará a criança. Muito pelo contrário. Poupará a sua vida de uma morte prematura ( Pv.19:18 ) e possivelmente de uma eternidade no inferno: “Tu a fustigarás com a vara e livrará a sua alma do inferno” Pv. 23:14.
Disciplina sempre visa o bem estar do filho. Não visa punição, mas criação.
O fruto de disciplina dos filhos é um lar tranqüilo – “Corrige o teu filho, e te dará descanso, dará delícias a tua alma” Pv. 29:17.
Quem não quer ter filhos sob controle? Quem não quer ter paz no lar? A correção agora, mesmo que custe e cause dor, trará inúmeros benefícios aos pais e ao filho. Que alvo desejável! Que princípio encorajador! Vale a pena, papai! Vale a pena, mamãe! Corrijam agora, e recebam descanso depois.

Princípios de Disciplina:

1 – Disciplina segue instrução clara e objetiva.

2 – É uma expressão de amor.

3 – Tem de ser administrada com diligência e coerência.

4 – Não deve machucar ou ferir a criança, mas causar uma certa dor temporária.

5 – Disciplina visa restauração e correção, não punição.

6 – Deve incluir o uso da vara, embora outras formas de disciplina talvez sejam apropriadas em certos casos.

7 – Disciplina é necessária por causa da natureza pecaminosa da criança.

8 – Poupará a vida (alma) da criança da morte.

9 – Disciplina apropriada não prejudica a criança.

10- Dará uma vida de paz e sucesso aos pais e filhos.

Exige coragem ter filhos? Talvez, mas exige muito mais. Exige bom senso para seguir o padrão bíblico. Quem precisa de coragem são os pais que preferem fazer as coisas “do seu jeito”, ignorando o conselho claro da Palavra de Deus.

Deixe seu comentário